O Jovem Chef que cozinhou o ouro com tempero de criatividade

O Jovem Chef que cozinhou o ouro com tempero de criatividade

Quem é Samuel Santos?

Sou o Samuel Santos, tenho 23 anos, resido em Santa Catarina da Serra no Distrito de Leiria.

Como descreve a sua experiência na Escola de Hotelaria de Fátima?

A minha experiência na Escola de Hotelaria de Fátima (EHF) entre 2014-2017, possibilitou-me a aquisição das bases de cozinha necessárias para ingressar no mercado de trabalho. Adquiri conhecimentos técnicos e práticos transmitidos pelo Chef Yannick Génard, Chef Ricardo Raimundo e Chef Lisa Silva. Tive oportunidade de realizar diversos estágios nacionais e internacionais, de modo a adquirir mais conhecimento e preparação para o mercado de trabalho. Quando descobri os diversos campeonatos existentes na área de cozinha, treinei para que fosse possível a minha participação.

Recentemente participou numa competição mundial, da qual saiu vitorioso. Para além do ‘ouro’ conquistado, quais os três principais aspetos que destaca desta sua participação?

O ouro conquistado foi o reconhecimento de todo o treino árduo existente ao longo da minha preparação. Na competição mundial de cozinha fui apoiado pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) de Santarém. Ao longo dos meses de preparação tive apoio do Chef Yannick Génard da EHF, Chef Sérgio Parente do IEFP de Santarém e Chef Miléne Nobre do IEFP de Faro. Paralelamente surgiu a oportunidade de estagiar em restaurantes com estrela Michelin, nomeadamente o restaurante Fifty Seconds chefiado pelo Chef Filipe Carvalho e o restaurante Al SUD, chefiado pelo Chef Louis Anjos, locais onde me ajudaram a adquirir mais conhecimentos gastronómicos. Os aspetos que considero mais importantes ao longo da minha participação são a capacidade de resiliência, foco e dedicação.

Como encara os cuidados de higiene e limpeza no desempenho da sua atividade ao nível de uma cozinha profissional?

É extremamente importante existir organização numa cozinha, desde o fardamento à higiene pessoal, são alguns aspetos presentes no quotidiano profissional. Uma limpeza cuidada de todos os utensílios, materiais e locais de trabalho transmite uma imagem clara e diminui o risco da contaminação cruzada.

Encontra-se na etapa inicial da sua carreira profissional. Quais as perspetivas e ambições para os próximos 5 anos?

No presente trabalho no restaurante Casa do Castelo, inserido na Vila Medieval de Ourém. No futuro gostaria de continuar a absorver mais conhecimentos gastronómicos e tornar-me diariamente um melhor profissional.

Voltar para o blogue
  • A importância de higienizar as mãos

    A importância de higienizar as mãos

    A boa prática regular de higienização das mãos é vital na prevenção da propagação de infeções, com o consequente impacto positivo no combate à disseminação de doenças. Lavar as mãos...

    A importância de higienizar as mãos

    A boa prática regular de higienização das mãos é vital na prevenção da propagação de infeções, com o consequente impacto positivo no combate à disseminação de doenças. Lavar as mãos...

    Ler notícia
  • ECOX PRO alarga oferta sustentável para volumetria de 850 ml

    ECOX PRO alarga oferta sustentável para volumet...

    O número de novos utilizadores tem aumentado significativamente e todos os meses recebemos pedidos de informação de vários setores que procuram soluções mais sustentáveis, afirma Beatriz Bandeira, Business Development Manager...

    ECOX PRO alarga oferta sustentável para volumetria de 850 ml

    O número de novos utilizadores tem aumentado significativamente e todos os meses recebemos pedidos de informação de vários setores que procuram soluções mais sustentáveis, afirma Beatriz Bandeira, Business Development Manager...

    Ler notícia
1 de 2