A nova realidade pós-covid no Chão do Grou – Residências Seniores

A nova realidade pós-covid no Chão do Grou – Residências Seniores

O Chão do Grou Residências Seniores está localizado em Nelas, no coração do dão, tendo sido inaugurado no dia 23 de fevereiro de 2018. A Administração composta pela Dr.ª Ana Machado e Dr. José Machado, fez nascer o empreendimento com cerca de cinco hectares, cuja qualidade interior e exterior são dignas de uma unidade hoteleira, onde os seus residentes são tratados como hóspedes. Michael Batista, diretor geral das residências dá o seu parecer acerca da nova realidade pós-covid no setor sénior.

De que forma a pandemia mudou a realidade do Chão do Grou?

A pandemia mudou a vida de todos os cidadãos. Os idosos foram o público mais atingido, pois ficaram “impedidos” de contactar presencialmente com os seus familiares, retidos durante meses e com muita regras no seio das Instituições. A pandemia aumentou os níveis de dependência e a necessidade de reforçar o acompanhamento nas áreas de enfermagem, psicologia, fisioterapia, entre outras áreas técnicas fundamentais para a saúde e o bem-estar dos nossos hóspedes. Foi necessário criar novas zonas de visita, garantindo sempre o cumprimento das normas de segurança, tendo o Chão do Grou Residências Seniores investido num novo espaço confortável, permitindo assim a realização de visitas diárias aos nossos hóspedes.

Para garantir a segurança dos nossos residentes e dos colaboradores foi necessário readaptar os espaços interiores e exteriores, assim como implementar estratégias inovadoras no âmbito das atividades diárias, nomeadamente na área da animação. Foram desenvolvidas diversas dinâmicas “fora de caixa”, destacando-se: concertos online, contando com a participação especial dos cantores Ana Moura, Mafalda Arnauth, David Antunes, Miguel Ramos, Pedro Moutinho, entre outros; Projeto “Vir/Ver a Paisagem: passeios itinerantes em segurança”, cuja finalidade visa a saída ao exterior promovendo o contacto com belezas paisagísticas; 

Realização de diversos eventos de arte e cultura nos jardins do Chão do Grou, onde se destaca a Feira Medieval; concertos especiais de primavera e verão no palco das emoções e das sensações; edições especiais do projeto “Meses Quentes” de outono e inverno. A organização das atividades teve sempre em consideração as indicações da Direção Geral de Saúde.

A pandemia mudou as estratégias de funcionamento, mas não muda nem mudará a nossa missão: assegurar os cuidados necessários ao pleno bem-estar dos hóspedes, respeitando a sua identidade e individualidade. Acompanhar e apoiar cada cliente no desenvolvimento do seu Projeto de Vida, tendo por meta a promoção da felicidade, satisfação e qualidade de vida, assim como a manutenção das suas relações interpessoais, hábitos e interesses. Proporcionar novas oportunidades de interação, participação e experiências.

Certamente que sentiram algumas dificuldades no que toca à garantia de espaços seguros para os vossos utentes. Quais foram?

Foi tudo uma novidade. Ninguém estava organizado para esta “guerra invisível”, com consequências devastadoras/assustadoras. As Entidades reguladoras nacionais e mundiais não estavam preparadas, sendo necessário reagir em modo tentativa e erro. 

As informações chegavam lentamente, numa época em que cada hora parecia um dia. As nossas principais dificuldades iniciais foram garantir que os nossos procedimentos eram os mais corretos e seguros, considerando a carência informativa sobre a pandemia e manter sempre o stock dos equipamentos de proteção individual, considerando que esgotaram muito rapidamente e com preços muito significativos.

Felizmente o nosso espaço interior e exterior permitiu uma readaptação célere e segura, tendo sido possível cumprir as indicações da Direção Geral de Saúde.

No que toca à Higienização e Desinfeção de espaços, adotaram novas práticas?

Desde sempre que o Chão do Grou implementou boas práticas de higienização. Naturalmente que desde o início da pandemia foram reforçados os planos de higiene e segurança dos espaços, com práticas diárias e recorrentes, em prol da saúde, segurança e do bem-estar dos nossos hóspedes e colaboradores.

A formação das equipas de trabalho e os seus conteúdos programáticos, consideraram sempre a aquisição de competências essenciais para a promoção de boas práticas, ao nível da segurança pessoal e daqueles a quem se presta os cuidados. Este procedimento de qualidade vigorou e vigorará sempre no seio do Chão do Grou Residências Seniores. Existiu sempre um grande investimento em equipamentos e produtos que garantam a boa higienização dos espaços.

Naturalmente que foi necessário reforçar as medidas, nomeadamente com a colocação de mais pontos estratégicos de higienização, assim como aumentou a periodicidade das ações diárias. Iremos manter todas estas medidas/práticas que contribuem para a saúde e segurança dos nossos hóspedes e colaboradores. 

De que forma geriram os recursos humanos para colmatar as dificuldades e novas práticas que foram impostas, muitas delas novas inclusive. De que forma afetou a rotina e como é que a vossa equipa contornou e superou a nova realidade?

A equipa de colaboradores foi e é determinante para alcançarmos os nossos objetivos e garantir o sucesso desejado. É princípio do Chão do Grou Residências Seniores a valorização dos seus colaboradores, com vista à satisfação daqueles que se dedicam à causa nobre de bem servir os nossos hóspedes. Foi necessário reajustar horários, mudar rotinas/hábitos e alterar procedimentos desde a entrada até à saída da atividade laboral no Chão do Grou. Louvamos e agradecemos o espírito altruísta dos nossos colaboradores. Foram dias difíceis, prevalecendo sempre a união e a interajuda. Aqui somos uma família, sendo este o principal segredo para a felicidade de todos.

Qual a capacidade do Chão do Grou e quais são as opções disponíveis no que diz respeito ao alojamento?

Neste momento temos capacidade para 51 residentes, nas modalidades de apartamento,  quarto duplo e quarto individual.

Existem alguns cuidados pessoais individualizados nas Residências?

O Chão do Grou Residências Seniores respeita a singularidade de cada residente. Os nossos hóspedes têm ao seu dispor diversos apoios personalizados, considerando os planos individuais e/ou necessidades especializadas.

A proximidade aos hóspedes é um dos nossos príncípios, com a realização de práticas diárias que garantam o cumprimento desta premissa. Existem cuidados de higiene e saúde individualizados, assim como terapias fundamentais para a qualidade de vida na idade sénior, independentemente do seu estado de saúde.

Que tipo de atividades existem nas residências?

Os nossos hóspedes têm disponíveis diversas atividades, algumas das quais “fora da caixa”. No que diz respeito a atividades programadas em plano próprio, existem as desportivas; culturais e sociais na comunidade; intergeracionais; intelectuais/formativas; comemoração de datas especiais; cinema e teatro.

Existem também atividades de saúde e bem-estar, nomeadamente: enfermagem, treino psicomotor, terapia snoezelen, fisioterapia de manutenção, psicologia, biodanza, nutrição. Todos podem ter acesso a consultas médicas de especialidade, termas, terapia ocupacional, terapia da fala, massagens, cabeleireiro/barbeiro, esteticista e terapias alternativas.

Destacam-se diversos projetos que se realizam no decurso do ano, salientando-se: “Arte e Cultura”, “Costumes e Tradições”, “Meses Quentes”, “Feira Medieval”, “Dão no Grou – o chão que dá uvas”, “Vir/ver a paisagem – passeios itinerantes em segurança”, “Chão de Sorrisos” e “Jardim da Biodiversidade”.

Estamos sempre recetivos para reformular os planos de intervenção, com vista a garantir a qualidade e excelência dos serviços prestados.

Voltar para o blogue
  • A importância de higienizar as mãos

    A importância de higienizar as mãos

    A boa prática regular de higienização das mãos é vital na prevenção da propagação de infeções, com o consequente impacto positivo no combate à disseminação de doenças. Lavar as mãos...

    A importância de higienizar as mãos

    A boa prática regular de higienização das mãos é vital na prevenção da propagação de infeções, com o consequente impacto positivo no combate à disseminação de doenças. Lavar as mãos...

    Ler notícia
  • ECOX PRO alarga oferta sustentável para volumetria de 850 ml

    ECOX PRO alarga oferta sustentável para volumet...

    O número de novos utilizadores tem aumentado significativamente e todos os meses recebemos pedidos de informação de vários setores que procuram soluções mais sustentáveis, afirma Beatriz Bandeira, Business Development Manager...

    ECOX PRO alarga oferta sustentável para volumetria de 850 ml

    O número de novos utilizadores tem aumentado significativamente e todos os meses recebemos pedidos de informação de vários setores que procuram soluções mais sustentáveis, afirma Beatriz Bandeira, Business Development Manager...

    Ler notícia
1 de 2